Feliz Ano Novo! \o/

Já é uma tradição, o primeiro post do ano é uma releitura do meu ano gamístico passado, e nada melhor para isso do que participando novamente do MeMe do MarvoxBrasil, que chega à sua 7a edição: “O Que Você Jogou em 2017?” e minha quarta participação. Sem mais delongas, selecionei os 13 melhores jogos que joguei ano passado em ordem cronológica. Confira:

Dan The Man (Android)

Dos mesmos criadores de Fruit Ninja e Jetpack Joyride, este é um joguinho de ação e plataforma bastante frenético e com visual retrô da Halfbrick Studios. Te garanto, é impossível não viciar neste game!

Mesmo com os controles touch (como você deve ter notado no título é para Android (e iOS)), o jogo consegue entregar uma jogabilidade deliciosa, onde você tem que sair na “porrada” contra seus diversos inimigos, lembrando bastante o Metal Slug, porém sem armas! :)

Ele é gratuito com propagandas, porém você pode optar por remover as propagandas, comprando!

Resident Evil (GameCube)

Há anos que tenho a vontade de jogar este remake de Resident Evil, e olha, peguei para jogar e a primeira coisa em que se nota é a “tamanha” qualidade gráfica deste jogo… É impressionante!

O jogo conta com a mesma essência do RE clássico do PS1, porém com algumas mudanças no enredo, incluindo puzzles e inimigos novos, como o Crimson Head, que são zumbis bem mais fortes e rápidos (sim, eles correm)! Estas mudanças tornaram o jogo ainda mais difícil que o original.

Infelizmente, ainda não consegui termina-lo, meta para este ano! :)

Severed (PS Vita)

Este foi um jogo que me surpreendeu positivamente. Peguei para jogar só pelo simples fato de ser da DrinkBox Studios, a desenvolvedora indie responsável por Guacamelee!, que se você não conhece, vale a pena dar olhada também!

Severed é um dungeon crawler em primeira pessoa com uma boa pegada “Metroidvania”, onde o mapa é seu maior aliado! Mas o que realmente chama atenção no jogo é seu sistema de combate através do touch, isso mesmo, você enfrenta seus inimigos ao estilo Fruit Ninja, onde para cada oponente você tem que adotar uma estratégia diferente de ataque. E pelo incrível que pareça, esta mecânica funciona muito bem!

Escrevi sobre ele no Game Over #37. ;)

Horizon Zero Dawn (PS4)

Este jogo dispensa comentários, pois pensem comigo, uma ruiva “badass” que luta contra robôs de diversos tamanhos em um mundo pós-apocaliptico sem muitos recursos, não tinha como dar errado, tinha?

Pois é, a Guerrilla Games lançou uma nova IP para a plataforma PlayStation que chegou para ficar! É simplesmente prazeroso enfrentar estes robôs de maneira arcaica, ou seja, usando lanças e arcos e flechas, e além do mais, a história é fascinante!

Escrevi sobre ele no Game Over #38.

Tomb Raider II (PS1)

Considero TR2 um dos meus maiores pecados gamísticos da geração 32-bits. Porém, estava disposto à “pagar este pecado” quando decidi encarar as aventuras de Lara Croft neste clássico do PS1.

Estava indo tudo bem, avançando legal, até que do nada… Perco meu save do Memory Card e consequentemente todo meu progresso foi por água abaixo, desanimei na hora! :(

Mas ainda não me dei por vencido, pretendo tentar novamente este ano!

Wonder Boy: The Dragon’s Trap (PC)

Remake de um jogo que aqui no Brasil ficou mais conhecido como Turma da Mônica em O Resgate do saudoso Master System (devido um hack oficial da Tectoy na época).

Wonder Boy: The Dragon’s Trap é uma bela homenagem ao clássico de 1989. Com um visual belíssimo e totalmente redesenhado, o jogo manteve a mesma essência dos controles, mecânicas e level design.

Até rolou um incrível mod não oficial que trouxe de volta a Turma da Mônica de volta ao jogo, que fiz questão de experimentar e ficou realmente muito bom! :D

Ainda não terminei o jogo, meta para este ano! Mas mesmo assim já recomendo o jogo!

Uncharted: The Lost Legacy (PS4)

Mais um Uncharted para conta! Quem acompanha o blog sabe que sou fã da série e que com este lançamento de 2017, não poderia ser diferente: terminado e platinado! :D

O legal é que desta vez o protagonista não é Nathan Drake e sim, Chloe Frazer e Nadine Ross. Uma dupla um tanto quanto inusitada para quem acompanha a série, mas que deu muito certo! O jogo faz uso da mesma engine de Uncharted 4, então não tem muita novidade em relação ao mesmo. O grande atrativo mesmo é a ótima história que a Naughty Dog sabe muito bem contar!

Recomendo! :)

Brutal Legend (PS3)

Este é um verdadeiro hidden gem (como os gringos gostam de chamar as jóias obscuras), pois deve ter passado despercebido por muita gente (eu inclusive) e é bem divertido!

Resumidamente, trata-se de um beat ‘em up de mundo aberto com muito heavy metal, inclusive, com participações de grandes estrelas do rock, como Ozzy Osbourne, Lemmy (Motörhead), Rob Halford (Judas Priest) e além do protagonista do jogo, o Eddie Riggs, ser dublado por Jack Black!

Ah, um detalhe importante, o jogo é produzido por Tim Schafer (Double Fine) que foi responsável pelos grandes clássicos na época da LucasArts: Full Throttle, Grim Fandango e outros!

Cuphead (PC)

Este jogo me chamou a atenção desde a primeira vez que ouvi falar sobre ele, e tudo por causa de seu belíssimo visual! Não deu outra, quando o jogo saiu, tive que jogá-lo… E olha, além de bonito, o jogo é uma delícia!

Um run n’ gun focado em batalhas contra chefões que irá te fazer perder as contas de quantas vezes irá morrer para conseguir derrotá-los! Sim, o jogo é bastante difícil, porém não impossível ou apelão, é prazeroso encarar o desafio e por fim superá-lo!

Altamente recomendado! :)

Stranger Things: The Game (Android)

Este jogo saiu momentos antes da estreia da segunda temporada da série no Netflix e, como estava ansioso pela série, resolvi experimentar o joguinho oficial (e gratuito, sem propagandas e microtransações) da BonusXP… Gostei!

O jogo é fortemente inspirado nos jogos da era 16-bit, tais como, The Legend of Zelda, True Lies, Goof Troop e outros.. Com uma visão aérea, visual retrô e mapa aberto, seu objetivo é resgatar todas as crianças da série. E conforme, você os encontram, eles se tornam jogáveis.

Cada personagem tem uma habilidade diferente, sendo assim, há áreas e inimigos que só determinado personagem consegue passar. Por ser gratuito, o jogo é bem legal e viciante, pois a sensação de progressão e recompensa é rápida, vale cada centavo gasto! :o)

Gran Turismo Sport (PS4)

Este quase foi a grande decepção do ano! Pois, como sabem, eu sou fã da série Gran Turismo e curti muito os últimos que saíram para o PS3 (GT5 e GT6).. Estava muito ansioso para por as mãos no primeiro game do PS4, mesmo sabendo que ele seria focado no multiplayer online!

Pois bem, o jogo saiu e credo… É totalmente online com conexão obrigatória, não tem campeonatos offline e nem para salvar seu progresso você consegue se estiver sem conexão, broxei…

Até que a Polyphony Digital voltou a atrás (não sei se já era previsto) e lançou os campeonatos offline na atualização 1.10, trazendo de volta o jogo a vida, pois apesar de tudo, ele conta com um ótimo visual e uma jogabilidade excelente ao nível de um bom GT!

Doom (PS4)

Quando todo mundo dizia que este Doom estava fantástico, eu não dei muita bola devido ao meu problema com jogos FPS (eles me causam Motion Sickness). Mas mesmo assim, depois de um tempo, resolvi jogar para ver qual é do jogo..

E olha, me surpreendi, o jogo é tudo que falaram e mais um pouco! Mas o que me deixou mais surpreso é que não passei mal com ele, o que é uma luz no fim do túnel! rsrs

Doom é um “senhor” FPS, onde sua adrenalina vai à mil com muita ação frenética e rock pesado. O jogo te incentiva a não ficar parado, sair atirando em tudo o que vê pela frente (porém, com cautelas) é a melhor estratégia!

Hollow Knight (PC)

E por fim, mais um jogo indie! Este descobri vendo listas de melhores do ano no mês de Dezembro e já entrou na minha lista também!

Hollow Knight é um “metroidvania” com bastante exploração e descobertas, pois tudo no começo é um grande mistério, você vai descobrindo aos poucos e ao mesmo tempo vai pegando gosto pelo jogo. Tudo é muito bem feitinho. Gráficos e trilha sonora caprichados. Enfim, gostei e recomendo.. Mas ainda não terminei!

Todos os jogos de 2017

E é isso, no ano de 2017 consegui jogar bastante coisa, não tanto quanto gostaria, mas quem consegue? rs

Abaixo segue a lista de tudo que joguei (sim, eu anoto! rs):

Jogo Plataforma Período
The Last Guardian PS4 06/12/16 à 18/01/17
Dan The Man Android 09/01 à 18/01
Batman Arkham Origins Blackgate PS Vita 15/01 (não terminado)
Resident Evil GameCube 19/01 (não terminado)
Need for Speed: Undercover PS3 04/02 (não terminado)
DeusEx GO Android 14/02 (não terminado)
Tearaway PS Vita 21/02 à 03/03
Severed PS Vita 04/03 à 13/03
Horizon Zero Dawn PS4 05/03 à 27/03
Duke Nukem 3D 20th Anniversary World Tour PS4 19/02 à 01/03
DuckTales Remastered Xbox 360 14/03 (não terminado)
Child of Light PS Vita 18/03 (não terminado)
God of War HD PS Vita 31/03 (não terminado)
Tomb Raider II PS1 01/05 (não terminado)
The Bunker PS4 07/05 à 07/05
Wonder Boy Dragon’s Trap PC / GOG 07/07 (não terminado)
Arcade Game Series: Pac-man / Ms. Pac-man PS4 08/08 (não terminado)
Far Cry 4 PS4 11/05 (não terminado)
The Little Acre PS4 16/05 à 16/05
Toy Story Mania! PS3 21/05 à 22/05
MIB Alien Crisis PS3 28/05 à 04/06
My Name Is Mayo PS4 11/06 à 11/06
Mr. Massagy PS4 11/06 à 11/06
Deponia PS4 08/06 à 15/06
Life is Strange PS4 18/06 (não terminado)
History: Legends of War PS Vita 16/06 à 26/06
The Wolf Among Us PS3 15/06 à 18/06
Captain American: Super Soldier PS3 02/07 à 09/08
99Vidas: O Jogo PS Vita 24/07 (não terminado)
Salt and Sanctuary PS Vita 24/07 (não terminado)
Late Shift PS4 12/08 à 12/08
Uncharted: The Lost Legacy PS4 21/08 à 26/08
Brutal Legend PS3 18/08 (não terminado)
Coffin Dodgers PS4 19/08 à 21/08
Dying Reborn PS Vita 13/08 à 17/08
Orc Slayer PS4 12/08 à 14/08
Black & White: Bushido PS4 13/08 à 13/08
Tales From Space: Mutant Blobs Attack! PS Vita 13/08 (não terminado)
Puzzle Showdown 4K PS4 27/08 à 27/08
Cuphead PC / Steam 30/09 (não terminado)
Stranger Things: The Game Android 06/10 à 08/10
Sky Force Anniversary PS Vita 12/10 (não terminado)
Gran Turismo Sport PS4 18/10 (não terminado)
Doom PS4 02/11 à 10/11
Hollow Knight PC / Steam 24/12 (não terminado)

Total: 45 jogos

Finalizados: 25 Jogos


Esse post faz do MeMe Gamer “O Que Você Jogou em 2017?”, organizado pelo site MarvoxBrasil. Sendo assim, confira também os posts dos demais participantes:

E você? Como foi sua experiência gamística de 2017? Espero que tenham curtido bastante jogos! Comente.. ;)